Archive for the ‘Tema 4: A Importãncia de Literatura Infantil’ Category

Tema 4: A Importância da Literatura para o Desenvolvimento Infantil

14/10/2009

A IMPORTÂNCIA DA LITERATURA PARA O DESENVOLVIMENTO INFANTIL

Publicado no Jornal Imagem (Nova Andradina-MS) 06/06/2009

.

Os textos são parte da vida e o primeiro contato que a criança tem com um texto é feito oralmente, através da voz da mãe e ou de pessoas próximas. Ouvir contos, estórias, leitura da Bíblia etc. são fatos que ocorrem cotidianamente, antes mesmo do nascimento; no ventre da mãe.

Ouvir estórias e poesias é importante para a formação do leitor e proporciona ao ouvinte interagir com outros contextos: pessoas, situações, objetos, sentimentos, descobrir outros lugares, costumes, ética, hábitos, valores.

O gosto pela leitura é construído num processo que é simultaneamente individual e social e se desde os primeiros anos de vida a criança tem contato com estórias – ouvindo, manuseando livros, vendo as figuras, terá prazer em ler. Dentre tantas habilidades, as estórias ajudam os pequenos a:

  • Entender as dificuldades de ser criança;
  • Estimular a atenção;
  • Ativar a reflexão e a visão crítica;
  • Ter a capacidade de ouvir e produzir um texto;
  • Imaginar e propor finais diversos para uma mesma estória etc.

Ler e ouvir estórias promove também o intelecto da criança, pois possibilita que ela desenvolva novos conceitos, atitudes e procedimentos, que são sempre suscetíveis de transformações qualitativas. Não podemos esquecer-nos de destacar a relação entre a leitura de estórias e a aprendizagem de conteúdos das diferentes disciplinas escolares.

Em todos os casos, a leitura e sua prática conduzem o leitor (criança ou adolescente) a refletir sobre uma série de questões que são inerentes ao seu universo de vivência, mas que podem passar desapercebidas quando não “suscitadas” pelo conhecimento.  Daí a importância do professor  neste processo, uma vez que, para a formação do aluno leitor requer, primeiramente, que o mestre também seja um bom leitor.

A sugestão é que pensemos a literatura infanto-juvenil como mais um instrumento de formação para a pessoa, haja vista que é fonte suprema para desenvolver e aguçar a capacidade de ser leitor e produtor de textos  bem formulados porque passam a possuir elementos que o qualificam  e os tornam mais interessantes tais como a estética, a ética e a capacidade de discutir e propor  sobre o mundo  real com uma visão mais ampla e criativa. A revisão de idéias e de palavras ditas e escritas se torna então, algo  “natural” para a pessoa que gosta de ler.

Ainda:

É importante frisar que é na escola que, de forma sistemática e planejada, devemos desenvolver nos alunos o gosto e a habilidade para ler e escrever, uma vez que o domínio da leitura e da escrita são condição para as aprendizagens necessárias à todas as disciplinas e, portanto, não se restringe a uma tarefa só das aulas de Língua Portuguesa.

Todas as crianças gostam de estórias, pois estas falam de buscas e perdas, de carências, de amor, de medos, de solidariedade, justiça, vitórias, de bem e de mal. Podemos dizer que os textos literários têm o poder de falar à alma e até mesmo as ilustrações que alguns livros contêm, são elementos extremamente ricos para a análise e imaginação criadoras da criança.

Para finalizar, destacamos que as estórias enriquecem o vocabulário, a socialização, a afetividade; enfim, toda a cognição que faz a pessoa ser o que ela é.

SOUZA (1995), em sua pesquisa realizada com crianças de classes populares de uma grande cidade brasileira, relata que os livros mais citados pelas mesmas foram os clássicos: Branca de Neve, A Bela Adormecida, Os três Porquinhos, O Patinho Feio, Cinderela entre outros, fortalecendo, assim, a idéia que temos sobre o quanto as crianças gostam das histórias e o quanto suas temáticas são atemporais, pois os séculos passam e os clássicos continuam  muito atuais e queridos por esse público. O importante, então, é oportunizarmos o acesso da literatura para os pequeninos, pois eles são os leitores de hoje, do futuro, e formadores de novos leitores ao longo da vida num processo que não tem fim.

Profa. Msc. Sandra Albano da Silva

Cursos de Letras e Matemática

UEMS – Nova Andradina


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.